terça-feira, 11 de novembro de 2008

riMAR


Deixar os problemas pra lá,
É difícil e dói
O peso na consciência atormenta.

As unhas você rói
E seu amigo acha que você vai acalmar
Com uma bala de menta?

Acho que devia ir ver o mar..
O mar que a pedra corrói
E em areia transforma

Pelo menos vou respirar um ar.
Puro, que não destrói
O pulmão,
E além disso, acalma o coração.

Não sei pra que rimar,
Se tudo fica estranho..
Não tem rima pra tudo!
Mas também não é o fim do mundo.

6 Comentários:

Anonymous luciana disse...

lindo o poema, lemba um colega meu.

16 de novembro de 2008 00:51  
Blogger Confissoes de uma Adolescente ;D disse...

quuuuuueee liindo!
quando agente ta nervoso e ansioso nada eh mais calmante que o mar neh

17 de novembro de 2008 13:14  
Blogger fraaanci disse...

É difícil e dói ;/
nossa, eu achei perfeeeito! *--------*

18 de novembro de 2008 00:11  
Blogger Gaby Soncini disse...

Nossa é dificil eu ver boas rimas rsrsrs.

Ta ótimo seu poema.

Tbm concordo que nem tudo tem rima,mais tá muito bom mesmo esse poema.

Grande Beijo.

18 de novembro de 2008 11:15  
Blogger fraaanci disse...

bom, Gui o texto é de minha autoria sim, tem horas que essas 'páginas' é a única fonte de desabafo, e o bom é que ninguém nunca descobre o que se passa por detrás de um sorriso. obrigada pelo comentário!
boa semana e beijos! :D

20 de novembro de 2008 05:04  
Blogger Sopa das Letras disse...

Rimas muito boas. Inclusive já postei há algum tempo sobre uma música do D2 sobre algumas técnicas de rimas e tal. Se quiser, procura lá.
Como sempre, texto riquíssimo de vocabulário e idéia.

Beijos!
Alinne

22 de novembro de 2008 22:22  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial